Edema durante a gravidez. Conheça e saiba como prevenir.  

 

Por que algumas grávidas ficam inchadas?

 

Durante a gravidez o corpo produz aproximadamente 50% mais sangue e fluidos corporais para suprir as necessidades do desenvolvimento do bebê. O edema (inchaço) discreto é uma condição normal da gestação causada pelos fluidos e sangue adicionais e ocorre nas mãos, face, tornozelos e pés.

Esta retenção extra de líquidos é necessária para “amolecer” o corpo, preparando-o para uma expansão necessária à medida que o bebê se desenvolve. O fluido extra ajuda a preparar as articulações da pelve e os tecidos vizinhos para permitir o nascimento do bebê quando chega a hora do parto.

O aumento dos líquidos corporais é responsável por 25% do ganho de peso das gestantes.

 

 

Quando o edema ocorre na gravidez?

 

Ele pode ocorrer a qualquer momento na gestação, mas é mais comum a partir do final do segundo trimestre, ou seja, a partir do final do quinto mês de gestação e aumenta durante o terceiro trimestre.

Alguns fatores podem afetar o desenvolvimento do edema:

  • Temperaturas elevadas. Grávidas ficam mais edemaciadas no verão.
  • Ficar de pé ou sentada sem mexer os pés e as pernas por longo período de tempo.
  • O exagero nas atividades físicas ou a inatividade física podem colaborar para o aparecimento de edemas em gestantes.
  • Dietas pobres em potássio.
  • Alto consumo de cafeína.
  • Excesso de sal (sódio) na dieta.

 

O que pode ser feito para evitar o edema na gravidez?

 

O edema pode ser evitado ou reduzido com a ingestão de alimentos ricos em potássio como bananas, tomates, laranjas, espinafre, melão e melancia. Reduzir a cafeína e o sal também ajuda bastante.

Outras dicas:

  • Evitar ficar de pé por longos períodos.
  • Não ficar sentada com os pés no chão por muito tempo, evitar cruzar as pernas. Procure sentar-se elevando os pés e movimentando-os periodicamente ao redor dos tornozelos.
  • Calçar sapatos confortáveis, evitando saltos altos se possível.
  • Usar meias elásticas quando indicadas por um médico.
  • Repousar com os pés elevados (acima do nível do coração) para facilitar o retorno venoso.
  • Evitar ambientes muito quentes quando estiver muito calor.
  • Dê preferência por deitar do lado esquerdo principalmente no último trimestre da gravidez. Não deitar de costas para não comprimir vasos sanguíneos calibrosos, o que dificultaria o retorno venoso.
  • Evitar roupas apertadas, principalmente nos pulsos e tornozelos.
  • Descansar em um banho de banheira não muito quente por pelo menos uns vinte minutos ou nadar um pouco em uma piscina.
  • Usar compressas frias nas áreas edemaciadas.
  • Beber bastante água. Isso ajuda a desintoxicar o organismo e a reduzir a retenção de líquidos.
  • Minimize o sódio na dieta (mas não o elimine, pois o iodo presente no sal é importante para o bebê) e evite o acréscimo de sal nas refeições. Uma boa opção é não deixar o saleiro à mesa.
  • Evite refrigerantes e outros alimentos ricos em sódio.
  • A drenagem linfática pode ajudar na eliminação de líquidos, mas não deve ser feita na barriga.
  • Em caso de edema, não use joias como anéis, pulseiras ou tornozeleiras.
  • Não tome diuréticos por conta própria, pois eles podem levar à perda de eletrólitos e causar prejuízos aos bebês.

 

Preciso me preocupar com o edema?

 

Um edema discreto é esperado, mas mesmo assim deve ser avaliado por um obstetra.

Quando o acúmulo de líquidos é excessivo e vem acompanhado de aumento na pressão arterial ou perda de proteínas pela urina, sinal de alerta para a gestante.  Estes sintomas podem indicar uma pré-eclâmpsia. Outros sinais e sintomas desta condição são dor de cabeça severa, visão borrada e rápido ganho de peso. A gestante deve procurar ajuda médica imediata.

Edemas repentinos ou severos devem sempre ser avaliados pelo obstetra o mais rápido possível.

Quando o edema ocorrer em apenas uma perna, especialmente se acompanhado de dor persistente e endurecimento da panturilha (batata da perna) pode significar uma trombose (formação de coágulo dentro da veia). O obstetra deve ser procurado rapidamente.

A realização de um pré-natal adequado é a melhor opção para evitar complicações na gravidez.

Fonte : http://www.abc.med.br/p/gravidez/63442/edema-durante-a-gravidez-conheca-e-saiba-como-prevenir.htm